Reitoria quer rigor na apuração dos fatos na suspeita de fraude de Vestibulares

Imprimir PDF

Em virtude da prisão de integrantes de quadrilhas que atuam fraudulentamente em vestibulares de várias universidades mineiras e cariocas, envolvidas em tentativas de fraude, o Reitor Faiçal David Freire Chequer, em comunicado dirigido à comunidade acadêmica e à população em geral, reafirmou a firme determinação e o empenho da direção superior da Universidade objetivando a completa elucidação dos fatos e a punição dos envolvidos, na forma da lei.

Além das providências policiais em andamento, o Reitor informa que, no âmbito da Instituição que dirige, será instaurado procedimento administrativo disciplinar para apurar eventuais irregularidades que, segundo afirma, entende muito pouco provável tenham ocorrido.

No comunicado, o Prof. Faiçal David Freire Chequer assegura que “diante da notícia veiculada na imprensa, que entende improcedente, e objetivando serem resguardadas a imagem, a seriedade, a tradição e, sobretudo, a transparência com que sempre agiu a Universidade de Itaúna”, pretende, na próxima segunda-feira, dia 09-12-2013, manter contato com as polícias civil, militar e federal, a fim de solicitar a participação daquelas autoridades e instituições para o total esclarecimento dos fatos.

Na nota, assegurou ainda o Reitor que irá formalizar pedido junto à Procuradoria-Geral de Justiça de Minas Gerais para a designação de um representante do Ministério Público da Comarca de Itaúna para “acompanhamento de eventuais processos administrativos no âmbito da Universidade de Itaúna, caso necessário”.