Com brilhantismo, o chefe de gabinete do reitor, Flávio Alves de Oliveira, defendeu a sua dissertação de mestrado em direitos fundamentais

Com brilhantismo, o chefe de gabinete do reitor, Flávio Alves de Oliveira, defendeu a sua dissertação de mestrado em direitos fundamentais

No teatro do prédio de Mestrado em Direito da Universidade de Itaúna, às 16 horas do dia 23 de outubro de 2014, O Chefe de Gabinete do Reitor, FLÁVIO ALVES DE OLIVEIRA, em sessão pública, defendeu a sua dissertação de mestrado, intitulada “O processo coletivo como instrumento de efetivação dos direitos fundamentais: uma análise sobre o uso das provas atípicas”.

 

Ele demonstrou brilhantismo, segurança, competência, clareza e objetividade, tendo sido muito elogiado por todos os integrantes da banca examinadora. Não bastassem esses atributos, Flávio deixou aflorar, ainda, outras virtudes que lhe são próprias: carisma, simpatia e humildade.

 

Flávio emocionou a todos quando externou o seu agradecimento pelo apoio, ajuda e amizade a ele dedicados pelo Magnífico Reitor da Universidade de Itaúna, Professor Faiçal David Freire Chequer, que se encontrava na plateia, juntamente com seus assessores. Flávio, mirando o olhar no Professor Faiçal, disse-lhe que “não lhe devia muito”, mas sim que “lhe devia tudo”, razão de sua eterna gratidão. Nesse momento, a emoção tomou a todos, brindados com uma verdadeira lição de vida, além de ensinamentos técnico-jurídicos.

 

A seguir, sob intensa carga emotiva, o Professor Faiçal agradeceu o carinho manifestado por Flávio, seu dileto amigo. Referindo-se a Sócrates, o Professor Faiçal disse que, independentemente da posição de seu corpo, a sua alma estava de joelhos, diante da grandeza espiritual de Flávio.

 

Concluindo, à unanimidade, a banca examinadora aprovou com louvor a dissertação de Flávio, recomendando a sua publicação.